Voyeurismo, um prazer de se ver

Saiba tudo sobre esse fetiche que é muito comum hoje em dia

Voyeurismo-

Ver coisas bonitas é sempre um prazer. Observar algo a ponto de se perder em pensamentos tem até nome: contemplar. Mas e quando se contempla algo sexy, algo que realmente dá esse prazer?

É nessa hora que entra em cena um fetiche muito em voga — e muito gostoso também —, o voyeurismo. Se você tá a fim de saber ainda mais sobre essa prática visualmente deliciosa, aqui é o lugar certo. Então, fique de olho.

A primeira vista

É possível que você tenha parado aqui querendo descobrir um pouco mais sobre “o que é o voyeurismo?” ou “o que significa a palavra voyeur?” e ainda não saiba nada sobre o assunto. Não se preocupe, se você está querendo conhecer esse fetiche delicioso, podemos contar tudo desde o mais básico.

O voyeurismo é uma palavra formada a partir do termo em francês voyeur (que significa: aquele que vê), ele pode ser conhecido também como mixoscopia. Esse fetiche tem como característica a prática de chegar ao prazer sexual através da observação de outras pessoas nuas ou fazendo sexo.

É difícil dizer quando as pessoas começaram a observar as outras e terem prazer nisso, já que até mesmo lendas da antiguidade já tratavam do tema. Mas a definição e utilização do termo são mais recentes.

Um fetiche puramente masculino?

O que se diz é que homens são seres muito visuais e, por conta disso, são muito mais obcecados nessa parada de observar do que as mulheres. Mas será que isso é verdade ou só um mito?

Bom, o fato é que é muito difícil um cara não gostar de ficar de olho no corpo de uma mulher. Por outro lado, muitas mulheres também curtem tanto espionar quanto serem vistas.

Basta que elas se deparem com algo interessante, uma bunda legal por exemplo, que os olhos não resistem à tentação, como o de qualquer marmanjo. Sendo assim, não se engane, porque a mulherada também pode ser voyeur.

Ver e ser visto

Apesar de andarem lado a lado, o exibicionismo e o voyeurismo são diferentes. Dá quase para encará-los como dois lados da mesma moeda, numa face está quem gosta de ser observado em momentos mais íntimos, do outro tá quem gosta de ver tudo isso.

Assim como acontece também no sadomasoquismo, não pense que uma pessoa tem de ser exclusivamente voyeur ou apenas exibicionista. Apesar de ser um pouco mais raro, alguns voyeurs também gostam de se mostrar. Já os exibicionistas geralmente adoram admirar corpos alheios também.

É melhor quando a outra pessoa quer mostrar

Bom, muita gente fica ferida em saber que alguém viu suas intimidades. Você também ficaria? Talvez sim, talvez não. Mas não é bem esse o ponto.

Espionar pode até ser divertido para muita gente. Mas com certeza é bem mais gostoso quando os dois lados estão a fim de uma brincadeira mais quente de ver e ser visto. Fora que, assim, você não corre o risco de tomar um processo ou qualquer coisa do tipo por ser um stalker ou um pervertido.

Melhores formas de ver esse prazer

Tem muitos jeitos de tornar a fantasia de ver alguém se exibindo em realidade. Para atiçar o seu lado voyeur não é nada difícil, muito pelo contrário.

Um dos jeitos de, mesmo numa relação a dois, ter uma visão diferente da coisa é abusar dos espelhos no quarto. É prazer em dobro, além de estar atuando, você está vendo também.

Outras belas formas de curtir um deleite voyeurístico são assistir a uma camgirl fazendo tudo aquilo que você gosta, ir a um stripclub ou tirar umas férias nudistas. Para um bom observador, não tem tempo ruim. Até porque tem sempre alguém querendo se exibir.

Curte ver pessoas tirando a roupa ou fazendo sexo? Prefere estar do outro lado se exibindo? Qual o seu fetiche? Fala pra gente, queremos saber qual será o próximo fetiche que vamos explorar aqui no Papo18.