6 estudos comprovam o que a gente já sabia sobre sexo

Essas pesquisas NÃO vão te deixar surpreso

pesquisas sobre sexo

As pesquisas sobre sexo são muito úteis. Sério, são mesmo. Muitas vezes elas revelam coisas que a gente nunca poderia imaginar. Em algumas oportunidades elas servem, até mesmo, como dicas para melhorar o desempenho na cama ou fazer com que você conquiste ainda mais mulheres.

Porém, em algumas ocasiões, as buscas encontram apenas o óbvio. Sabe aquilo que você sempre soube sobre sexo? Bom, esse acaba sendo exatamente o resultado encontrado. Saiba vários estudos sobre sexo que revelam apenas o que a gente já sabia sobre o assunto.

1 – Sexo te deixa feliz

Quem diria, não é mesmo? Bom, não é só a carinha de “transou hoje” que todo mundo reconhece no escritório a dizer isso. Quem também mostra que sexo aumenta seus níveis de felicidade é um estudo publicado na revista científica de psicologia Emotion feito com 152 estudantes ao longo de três semanas. Ao longo desse tempo eles deveriam documentar suas emoções e um dos padrões descobertos foi o da felicidade após darem umazinha.

2 – Homens mentem sobre o número de parceiras (e mulheres também)

Quem diz isso, além do senso comum, são pesquisadores da Universidade de Glasgow. Eles analisaram a disparidade entre o número de parceiras ou parceiros que homens e mulheres disseram ter ao longo da vida em um grupo de mais de 15 mil pessoas. A média dos homens era de 14 parceiras e das mulheres de sete parceiros.

O estudo, publicado no The Journal of Sex Research chegou à conclusão que a disparidade entre os números se dá pelo fato de homens exagerarem o número de parceiras, enquanto mulheres diminuem o número de parceiros.

3 – Homens gostam de olhar para peitos

Ninguém esperava por essa, hein? Tá bom, é bem difícil desviar os olhos quando se tem um belo decote à vista. A Universidade de Nebraska resolveu colocar dispositivos de rastreamento ocular em 29 mulheres e 36 homens para saber quantos milissegundos o olhar das pessoas ficam focados em certas áreas.

A descoberta que não causou surpresa é a de que homens passam, em média, mais tempo olhando para os peitos de uma mulher do que para os olhos. Porém, o curioso é que as mulheres fazem exatamente o mesmo. Ou seja, tanto eles quanto elas adoram ficar de olho em belos seios. O estudo foi publicado na USA Today.

4 – Homens gostam mais de sexo casual que mulheres

Mais uma descoberta (nem um pouco) surpreendente é a de que caras são muito mais propícios a gostar de encontros sexuais de apenas uma noite do que mulheres. O resultado foi encontrado por pesquisadores da Universidade de Ottawa que queriam estudar as motivações das mulheres que buscam sexo casual.

O que descobriram foi aquilo que todos nós já imaginávamos. Elas acabam encontrando menos satisfação em relações sem compromisso e, por conta disso, acabam gostando menos, em média, de sexo casual do que os homens.

5 – Bebidas tiram timidez em relação a sexo

Outra coisa não tão surpreendente que a ciência também confirma, o lubrificante social funciona muito bem. Um estudo feito por pesquisadores na Suíça mostrou que as bebidas faziam com que ver imagens sexuais fosse mais fácil para os voluntários. Além disso, o efeito foi mais forte nas mulheres do que nos homens. Infelizmente, não foram vistas alterações na excitação sexual por conta da bebida, os participantes apenas se sentiram mais à vontade com as imagens.

6 – Sexo ainda é gostoso mesmo de camisinha

Aquele negócio de que a parada é montar no pelo só pode ser coisa de caubóis muito do passado. Dados da 2009 National Survey of Sexual Health and Behavior analisados por pesquisadores da Universidade de Indiana publicados no Journal of Sexual Medicine são quem mostram que camisinha e diversão podem andar juntos.

Pessoas que usaram a camisa de vênus e lubrificantes durante  o seu último encontro sexual avaliaram a experiência como tão excitante e prazerosa quanto sexo sem proteção. O estudo examinou a vez mais recente na qual adultos entre 18 e 59 anos fizeram sexo.

Já sabia disso tudo? Pois é, a gente também!